Comunicado Assespro Nacional – 002/2015

Comunicado Assespro Nacional – 002/2015

Até a edição da LC 147/2014, estas empresas eram proibidas de ingressar no Simples. As empresas que tenham como objeto social a prestação de serviços de suporte técnico de informática e consultoria em informática, podem optar por este regime. Até agosto de 2014 era proibido o ingresso destas empresas. É possível que as empresas que prestem o serviço não façam a opção pelo regime em janeiro de 2015, por acreditarem que o ingresso ainda continua proibido. Desta forma é necessário checar a viabilidade da sua empresa se enquadrar no regime. Leia na íntegra o artigo do *Dr. Juliano Lirani

https://www.assespro-rj.org.br/index.php/as-empresas-prestadoras-de-servicos-de-suporte-tecnico-de-informatica-e-consultoria-agora-podem-ingressar-no-simples-nacional-em-2015/

*Dr. Juliano Lirani é advogado especialista em Direito Tributário, sócio da Arauz & Advogados Associados (arauz@arauz.com.br), sediada em Curitiba/PR. Foi servidor público do Município de Curitiba, onde integrou a Comissão Especial de Revisão do Enquadramento do Regime do Simples Nacional do Município de Curitiba, nomeado por meio do Decreto 939/2008; integrou o Conselho de Contribuintes de Curitiba; Conselho de Contribuintes do Estado do Paraná e é atualmente representante da CNI (Confederação Nacional da Indústria) junto ao CARF (Conselho Administrativo de Recurso Fiscais). Integra o Conselho de Assuntos Tributários da Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná).

Sem comentários

Desculpe, comentários indisponiveis no momento.

Associe-se agora mesmo!