Ministro do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior lança, no Rio, catálogo de empresas brasileiras com potencial exportador

sect

Ministro do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior lança, no Rio, catálogo de empresas brasileiras com potencial exportador

Reduzir em 40% o custo das operações de exportação e importação é uma das metas do Governo para o próximo ano, afirmou o ministro do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, Marcos Pereira, em evento realizado nesta quinta-feira (11/08) no Rio de Janeiro, durante o qual lançou o catálogo de empresas brasileiras com potencial exportador vinculado ao projeto Chama Empreendedora e visitou um showroom de produtos de micro e pequenas empresas instalado na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRio), na Rua da Candelária, 9.

O catálogo, classificado pelo ministro como uma “oportunidade única” para as micro e pequenas empresas se inserirem com mais força no mercado externo, é digital e bilíngue, apresenta produtos de 215 empresas, de 16 estados participantes do projeto, cujo objetivo é abrir o mercado de exportação às micro e pequenas empresas. A publicação digital está hospedada no site Vitrine do Exportador (www.vitrinedoexportador.gov.br), uma iniciativa do Midic, que integra várias bases de dados com informações de cerca de 20 mil empresas. Esses produtos também estarão em exibição, até o próximo dia 16 de setembro no showroom.

Segundo o ministro, a desburocratização dos processos de exportação permitirá que essas operações passem a ser realizadas em oito dias e não em 13 e pretende zerar o uso de papel nessas transações comerciais. Além disso, até março de 2017, o BNDES deverá lançar um crédito especial para os exportadores.
“Todas essas medidas devem beneficiar, principalmente, as pequenas e médias empresas”, afirmou o ministro que, ao visitar o showroom, falou com entusiasmo da Chama Empreendedora. “Pude ver vários produtos que, como brasileiro, não conhecia”, disse ele que ficou particularmente curioso com a aguardente Tiquira Gaaja, do Maranhão, feita de mandioca.

No showroom, o ministro também apreciou, por exemplo, biojóias da designer Maria Oiticica, do Rio de Janeiro; móveis feitos de descarte de madeira, do Rio Grande do Sul; produtos da paraense Cacauway, que utiliza desde os frutos até as folhas do cacaueiro para produzir, de maneira sustentável, amêndoa torrada “in natura”, chocolate em pó, barras, trufas, licores, geleias e artesanatos; além de ecobags fabricadas no Ceará.
No almoço do empresário oferecido ao ministro, o presidente da ACRio, Paulo Protásio, destacou o potencial empreendedor dos brasileiros. Citou como exemplo o sucesso dos Jogos Olímpicos que estão sendo realizados no Rio de Janeiro. O ministro Marcos Pereira proferiu a palestra “O contexto econômico e a agenda do Midic”.
Produtos de alguns expositores foram incluídos no cardápio. Como entrada, pastel de angu da Maria Angu, de Minas Gerais; na sobremesa, churros com sorvete, juntou, respectivamente, as empresas Altas Ideias e Kunthy , ambas do Rio de Janeiro.

Chama Empreendedora – Idealizado pela ACRio com as parcerias do Sebrae, da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), da Confederação dos Jovens Empresários e do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e dos Correios, o Chama Empreendedora já percorreu 16 estados, com participação das associações comerciais, das redes empresariais, de jovens empresários locais e de articuladores regionais dos parceiros nacionais. Congregou 135 organizações e reuniu 1.154 participantes de todo o Brasil.

Em seus encontros o Chama Empreendedora apresentou aos empresários temas como a implementação do Plano Nacional de Exportações; a experiência do Projeto Sebrae no Pódio e a facilidade do Exporta Fácil pelo Correios. Nesta primeira etapa, realizada ao longo do primeiro semestre de 2016, a promoção da cultura de exportação no Brasil foi o foco. A seleção das empresas participantes do Showroom contou, ainda, com a participação dos Comitês Estaduais do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE).

Cenário – Durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, o Brasil deve receber 350 mil turistas, incluindo chefes de Estado e de Governo, com reforço extraordinário na divulgação da imagem da cidade do Rio de Janeiro. A divulgação dos Jogos poderá alcançar cinco bilhões de pessoas em todos os continentes, com ampliação das oportunidades de negócios para empresas brasileiras. Os organizadores do Chama Empreendedora consideram este um momento privilegiado para ajudar no esforço de elevar a participação brasileira no volume total de exportações no mundo. O showroom no hall da ACRio está no coração financeiro da cidade, a uma rápida caminhada da Região Portuária e poderá ser uma excelente oportunidade para empresários, agentes de desenvolvimento e diplomatas fazerem networking.

Showroom
Local: Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRio) – Rua da Candelária, n°9, Centro
Período: até dia 16 de setembro
Horário: Segundas a sextas-feiras das 9 às 18 horas.
Sábados das 9 às 12 horas

Texto por: Assessoria de Imprensa – IAA Comunicação e Eventos

Sem comentários

Desculpe, comentários indisponiveis no momento.

Associe-se agora mesmo!